Cartas para família

Atendimento - (31) 3324-1832

Marcar Consulta

Qual anestesia para cirurgia plástica no nariz?

Postado por: Dr Etienne Soares Miranda
3 nov

A ansiedade antes de uma cirurgia plástica no nariz é normal. Utilizar o tempo disponível para pesquisar como a cirurgia será feita, qual anestesia para a cirurgia plástica no nariz e quanto tempo vai demorar é a melhor opção para acalmar os nervos e conhecer mais sobre a rinoplastia.

Qual anestesia para cirurgia plástica no nariz?

O médica fará perguntas sobre o seu histórico médico para avaliar qual melhor anestesia. Foto: reprodução Getty Imagens.

Você está curioso para saber tudo sobre o procedimento de remodelação do nariz, veja mais a seguir as dicas e orientações feitas especialmente para você.

Pré-operatório da rinoplastia

O médico realizará uma consulta prévia para saber os seus desejos, seu estado de saúde e para alinhar as técnicas disponíveis para o seu caso e qual anestesia para cirurgia plástica do seu nariz.

Todas as informações serão reunidas, incluindo seu histórico médico, para que ele possa analisar doenças pré-existentes e adequar medicações de uso controlado, caso necessário.

Qual anestesia para cirurgia plástica no nariz

Avaliação médica para realização da rinoplastia. Foto: Getty Imagens.

O exame físico será feito para que o médico possa verificar as cavidades nasais, as irregularidades ósseas e cartilaginosas, a espessura da derme e as glândulas nasais.

O médico também fará algumas fotos onde ele retratará diferentes ângulos do seu nariz. Essas fotos ajudam nas avaliações pós-operatórias e as fotos podem auxiliar durante a cirurgia para melhorar e compreender a forma nasal.

A consulta inicial é de suma importância, pois nela serão discutidas as suas preocupações e expectativas com seu cirurgião. Todos os problemas de saúde, cirurgias anteriores e uso de medicamento deve ser informado ao médico antes da cirurgia.

Você deve preencher o formulário com seus dados e informações relevantes sobre sua saúde. Foto: reprodução Getty Imagens.

Os exames laboratoriais solicitados pelo seu médico devem ser feitos para descartar infecções, anemias e distúrbios de coagulação do sangue. Também será investigado o nível de açúcar, presença de HIV e hepatite. Exames de imagem também podem ser solicitados caso o médico julgue necessário.

A anestesia na rinoplastia

A cirurgia da rinoplastia deve ser realizada com anestesia, podendo ser anestesia local, sedação intravenosa e anestesia geral. Cada opção tem benefícios e desvantagens, incluindo o valor, conscientização, segurança e efeitos colaterais.

Anestesia na rinoplastia

O médico indicará a melhor anestesia. Foto: reprodução Getty imagens.

Geralmente, os pacientes de rinoplastia que não possuem restrições médicas prévias podem escolher juntamente com o médico qual  a melhor opção de anestesia.

Independentemente da opção anestésica escolhida, todo procedimento de rinoplastia é realizado em conjunto com anestesia local (lidocaína misturada com epinefrina) para adormecer o nariz e reduzir o sangramento.

O uso somente de anestesia local não é muito utilizado e recomendado devido à ansiedade e ao desconforto da injeção e da operação em um paciente totalmente acordado.

Sedação

Geralmente, os cirurgiões preferem sedação intravenosa para rinoplastia. A sedação não é a melhor abordagem anestésica para segurança, eficácia e conforto durante o procedimento.

Sedação ou anestesia geral na rinoplastia

Anestésico utilizado na cirurgia de rinoplastia. Foto: reprodução Getty Imagens.

A anestesia crepuscular depende da dosagem hábil de anestésicos poderosos por meio de um cateter intravenoso. A sedação deixa o paciente inconsciente e imóvel, sem suprimir a respiração.

Embora alguns anestesistas experientes sejam muito competentes em ministrar a dose certa de anestésico, em muitos casos o paciente não fica totalmente inconsciente e movimentos bruscos ou mesmo um paciente desorientado podem comprometer o andamento da operação.

Anestesia geral

A rinoplastia não é tão invasiva se comparada à cirurgia abdominal, torácica ou outros tipos, o paciente só precisa de anestésico suficiente para deixá-lo totalmente inconsciente e, assim, imóvel e confortável durante toda a cirurgia.

Sedação na rinoplastia

Sempre converse com seu médico a respeito do anestésico utilizado na cirurgia. Foto: reprodução Getty Imagens.

Casos onde é preciso mais tempo para realizar a cirurgia, a anestesia geral é mais bem aceita e as vias aéreas são protegidas de aspiração pela presença de um tubo respiratório.

Após a rinoplastia pode ocorrer um desconforto na garganta, mas  ocorre devido à operação em si, e não pela inserção do tubo respiratório. Se a anestesia geral for comparada à sedação, os efeitos colaterais são geralmente leves e de curta duração, o pós é pouco doloroso e as reações são minimizadas pela injeção de lidocaína no nariz antes da incisão.

Fonte: SBCP http://www2.cirurgiaplastica.org.br/

Ítens relacionados



FacebookTwitter
Open chat