CIRURGIAINTIMA_CIRURGIAPLASTICABH
CIRURGIA PLASTICA BH

Apesar de todos os tabus que cercam a cirurgia intima cada dia e mais freqüente a procura nos consultórios de Cirurgia Plástica por este serviço.

O objetivo principal da cirurgia é realizar reparos funcionais, no entanto com o passar do tempo foi diagnosticado que uma outra função seria para tratar também o lado psicológico das mulheres insatisfeitas com o aspecto estético de sua vagina.

Especialistas concluíram que a insatisfação feminina com está região do corpo gera grandes traumas e interfere diretamente na autoestima da mulher.

Os motivos mais comuns e que hoje são corrigidos pela cirurgia plástica são problemas ligados a estética como insuficiência de volume ou excesso de volume do local, flacidez, dificuldade em usar roupas justas, problemas sexuais com o parceiro, preocupação com a elasticidade vaginal entre outros problemas psicológicos ligados a área intima feminina.

O procedimento cirúrgico nessa região costuma ser simples com duração de trinta a sessenta minutos, realizado em ambiente hospitalar e sob efeito de anestesia local e sedação ou anestesia peridural.

Existem hoje técnicas cirúrgicas especificas para cada caso como:

a Lipoescultura que tem como objetivo eliminar o volume da região pubiana que muitas vezes incomoda a parte estética e dificulta a relação com o parceiro.

Ninfoplastia: Retira o excesso de pele e corrige a flacidez.

Correção de Assimetria de Pequenos Lábios: mesmo método da Ninfoplastia.

Correção da hipertrofia de clitóris: É feito uma incisão circunferencial em todo clitóris, preservando a parte interna e a enervação, reduzindo o volume e sem perder a sensibilidade.

Outros casos também podem tem solução como a grande perda de peso ou envelhecimento pode ser solucionado com a lipoenxertia do períneo e do púbis, para tanto retira-se gordura do abdômen e aplica nas áreas com insuficiência de volume.

A recuperação não é dolorosa e a paciente pode retomar suas atividades sexuais em 21 dias.

A falta de informação sobre esta cirurgia leva a crer que esta se resume apenas a reconstrução do hímen. A cirurgia intima vai muito mais além ela procura além de melhorar a parte estética,visa também a recuperação funcional dos órgãos femininos.

Ao contrário do que muitos pensam a cirurgia intima não interfere na sensibilidade sexual após a cirurgia, o que raramente ocorre é uma diminuição da sensibilidade no local operado, mas isso é temporário. Com relação a sensibilidade clitoriana, esta não sofre interferência pois  a cirurgia não alcança esta região.

Para uma vida sexual saudável e prazerosa é imprescindível que o corpo e a mente estejam saudáveis.

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA