CirurgiaPlasticaBh
CirurgiaPlasticaBh

 

Sempre que a pele sofre um trauma ou uma lesão, o organismo inícia um processo de restauração. No entanto certas cicatrizes não evoluem de forma positiva e causam a chamada cicatriz hipertrófica. Sua principal caracteristica é ter a superfície mais elevada e com coloração de rosada a avermelhada e tem uma superfície elevada que ocorre devido a formação excessiva de colágeno. Na maioria dos casos, o problema tende a regredir ao contrário do quelóide, outro tipo de má cicatrização que confunde as pessoas.

Para que a cicatrização ocorra de forma perfeita, alguns cuidados são essenciais logo após a remoção dos pontos, como não mexer no local e não tomar sol. O cirurgião também deve avaliar a região para identificar se há predisposição para a formação das cicatrizes hipertróficas e caso sejam averiguados indícios do problema é muito importante que tratamentos específicos já sejam iniciados. A cicatriz hipertrófica responde bem aos tratamentos e pode desaparecer quase que completamente. Os tratamentos podem incluir metódos não invasivos, como o uso de roupas para compressão aplicação a laser ou uso de fitas siliconadas.

Além das cicatrizes hipertróficas e dos quelóides, ainda há outro tipo de má cicatrização que também é comum. As artróficas possuem aparência de estria e amenizam com  o tempo. Essas linhas esbranquiçadas são comuns em peles claras, finas e ficam ainda mais evidentes em pacientes jovens

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA