Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e da International Confederation for Plastic & Aesthetic Surgery Membro ISAPS - International Society of Aesthetic Plastic Surgery
(31) 3324-1832
Cirurgia Plástica BH | DR Etienne Soares Miranda
Rua Domingos Vieira, 319 – Sala 401 Santa Efigênia
CEP 30150-240 - Belo Horizonte - MG

Abdominoplastia

Perguntas frequentes | Orientações Pós-Operatórias

O termo abdominoplastia (plástica do abdômen) engloba todos os procedimentos que atuam sobre o abdômen, visando a sua correção estética e/ou funcional. Com o advento da lipoaspiração, a intervenção foi se aperfeiçoando e atualmente conjugada com a lipoaspiração, a técnica vem sendo cada vez mais utilizada no mundo inteiro a cirurgia de abdominoplastia.

Abdominoplastia

Este método de abdominoplastia é indicado para quem tem gordura localizada e flacidez, fator predominante nas pessoas com mais de 35 anos, sendo, porém, desaconselhável a cirurgia de abdominoplastia, para quem está acima do peso.

A técnica de abdominoplastia proporciona um resultado harmonioso do contorno corporal em pacientes onde apresentam peso normal, ou no máximo 10% acima. As vantagens do procedimento são: cicatriz mínima eliminando pequenas deformidades gordurosas e o afastamento dos músculos reto-abdominais, deixando o corpo com novo contorno e cintura, após a cirurgia de abdominoplastia.

Existem informações errôneas quanto a esta cirurgia de abdominoplastia, informações essas geradas por casos excepcionais de pacientes operadas de abdominoplastia por profissionais não habilitadas para tal e costumam associá-la a intervenções cirúrgicas maiores, na cavidade abdominal, aumentando o risco e o prognóstico pós-operatório. Deixe o seu cirurgião plástico escolhido lhe informe sobre a conveniência de associá-la a outra (s) cirurgia (s) e pondere bastante com ele sobre as vantagens e desvantagens de tal associação sobre abdominoplastia.

Atualmente, com a crescente freqüência das cirurgias bariátricas – cirurgias de diminuição do estômago para promover uma perda de peso significativa em pacientes com obesidade extrema – , os pacientes procuram o cirurgião plástico para livrar-se do excesso de tecidos, após a perda de peso. Esses procedimentos, conhecidos como cirurgias do contorno corporal, ganharam uma grande aliada no final dos anos 70: a lipoaspiração. Como cada caso é individual, cabe ao cirurgião decidir se existe a necessidade de se remover apenas o excesso de gordura através de uma lipoaspiração ou se é necessário retirar o excesso de pele, por meio de uma cirurgia chamada de dermolipectomia.

Para saber mais sobre Abdominoplastia, assista ao vídeo abaixo:

Categoria: abdominoplastia em BH

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE ABDOMINOPLASTIA 

Quantos quilos vou emagrecer com a dermolipectomia abdominal?

Abdominoplastia

Sendo uma cirurgia onde se retira determinada quantidade de pele e gordura, evidentemente haverá uma redução no peso corporal, varia de acordo com o volume do abdome de cada paciente. Não são, entretanto, os “quilos” retirados definirão o resultado estético, mas sim as proporções onde o abdome mantenha com o restante do tronco e dos membros. Paradoxalmente, os abdomes apresentam melhores resultados estéticos são justamente aqueles em onde se fazem as menores retiradas. A maioria das mulheres apresenta certa “flacidez” do abdome após 1 ou vários partos, com predominância de pele sobre a quantidade de gordura localizada na região. Estes casos nos permitem excelentes resultados. Em outros casos, em onde o paciente está com o peso acima do normal, o resultado também será compensatório e proporcional ao restante do corpo; entretanto, vale lembrar onde “excesso de gordura” em outras regiões vizinhas do abdome ainda existirão, o que nos leva a aconselhar um tratamento clínico ou fisioterápico para um resultado.

A cirurgia do abdome deixa cicatriz muito visível?

A cicatriz resultante de uma dermolipecitomia localiza-se horizontalmente logo acima dos pêlos pubianos, prolongando-se lateralmente em maior ou menor extensão, dependendo do volume do abdome a ser corrigido. Esta cicatriz é planejada para ficar disfarçada sob as roupas de banho e passará por vários períodos de evolução, como se segue:

  • Período Imediato: vai até o 30º dia e apresenta-se com aspecto excelente e pouco visível. Alguns casos apresentam discreta reação aos pontos ou ao curativo.
  • Período Mediato: Vai do 30º dia até o 12º mês. Neste período haverá espessamento natural da cicatriz, bem como mudança na tonalidade de sua cor, passando de “vermelho” para o “marrom”, vai, aos poucos, clareando. Este período, o menos favorável da evolução cicatricial, é o onde mais preocupa as pacientes. Como não podemos apressar o processo natural da cicatrização, recomendamos às pacientes onde não se preocupem, pois o período tardio se encarregará de diminuir os vestígios cicatriciais.
  • Período Tardio: Vai do 12º ao 18º mês. Neste período, a cicatriz começa a tornar-se mais clara e menos consistente atingindo o seu aspecto definitivo. Qualquer avaliação do resultado definitivo da cirurgia do abdome deverá ser feita após este período.

Em quanto tempo atingirei o resultado definitivo após a abdominoplastia?

Na resposta anterior foram feitas algumas ponderações sobre a evolução da cicatriz. Entretanto, resta ainda acrescentar algumas observações sobre o novo abdome, tange à sua consistência, sensibilidade, volume, etc.

  • Nos primeiros meses, o abdome apresenta uma insensibilidade relativa, além de estar sujeito a períodos de “inchaço”, onde regride espontaneamente.
  • Nesta fase, poderá ficar com aspecto de “esticado” ou “plano”. Com o decorrer dos meses, tendo-se iniciado os exercícios orientados para modelagem, vai-se gradativamente atingindo o resultado definitivo. Nunca se deve considerar como definitivo qualquer resultado, antes de 12 a 18 meses de pós-operatórios.

É verdade que será feito um novo umbigo?

Não. O seu próprio umbigo será transplantado e, se necessário, remodelado. Deve-se levar em conta que, circundando o umbigo, existirá uma cicatriz onde sofrerá a mesma evolução da cicatriz inferior (descrita no item no. 02). Várias técnicas existem para a reimplantação do umbigo. Todas elas são passíveis de futuras revisões cirúrgicas, caso venha a ser necessário. Isto acontece em decorrência da anomalia na evolução cicatricial de certas pacientes, e é passível de correção, mediante uma pequena cirurgia sob anestesia local, após alguns meses.

Abdominoplastia

A dermolipectomia abdominal corrige aquele excesso de gordura sobre a região do estômago?

Nem sempre. Isto depende do seu tipo de tronco (conjunto tórax + abdome). Se ele for do tipo curto, dificilmente será corrigido. Sendo do tipo longo, o resultado será mais favorável. Também tem grande importância, sob este aspecto, a espessura do panículo adiposo (espessura da gordura) onde reveste essa área do corpo.

Poderei ter filhos futuramente? O resultado não será prejudicado?

O seu médico ginecologista lhe dirá da conveniência ou não de nova gravidez. Quanto ao resultado, poderá ser preservado, desde que na nova gestação seu peso seja controlado por aquele especialista. Aconselhamos, entretanto, tenha todos os filhos programados antes de se submeter a uma dermolipectomia abdominal.

Ouvi dizer que o pós-operatório da dermolipectomia abdominal é muito doloroso. É verdade?

Não. Uma dermolipectomia de evolução normal não deve apresentar dor. O que existe é um grande equívoco por parte de certas pacientes, são operadas simultaneamente de cirurgias ginecológicas associadas à dermolipectomia e relatam dores pós-operatórias. Nem todos os cirurgiões costumam recomendar esta associação de cirurgias, por constituírem certo risco operatório, além de apresentarem inconvenientes como dores e resultados menos favoráveis.

Há perigo nesta operação?

Raramente a cirurgia de dermolipectomia traz sérias complicações, desde que realizada dentro de critérios técnicos. Deve-se preparar cada paciente para o ato operatório, além de ponderarmos sobre a conveniência de associação desta cirurgia simultaneamente a outras.

Que tipo de anestesia é utilizada para esta operação?

Anestesia geral ou peridural. Alguns cirurgiões estão empregando até mesmo a anestesia local sob sedação, em casos especiais.

Quanto tempo dura o ato cirúrgico?

Em média 90 a 120 minutos. Este período poderá ser prolongado, se o caso demandar, principalmente se houver associação com lipoaspiração. Entretanto, o tempo de ato cirúrgico não deve ser confundido com o tempo de permanência do paciente no ambiente de Centro Cirúrgico. Esta permanência envolve também o período de preparação anestésica e recuperação pós-operatória. Seu médico poderá lhe informar quanto ao tempo total.

Qual o período de internação?

De 1 a 3 dias (evolução normal).

São utilizados curativos?

Sim. Curativos especiais, trocados periodicamente pela equipe do cirurgião.

Quando são retirados os pontos?

A retirada dos pontos poderá ser iniciada a partir do 8º dia, devendo ser feita de maneira seletiva, nos dias que se seguem. Raramente a retirada total passa de 3 semanas.

Quando poderei tomar banho completo?

Geralmente após 3 dias.

Qual a evolução pós-operatória?

Você não deve se esquecer que, até que se consiga atingir o resultado almejado, diversas fases são características deste tipo de cirurgia. No item 02, foi-lhe informado sobre a evolução cicatricial (até o 18º mês). No item 03, sobre a evolução da forma do abdome, bem como a sensibilidade, consistência, etc. Entretanto, poderá lhe ocorrer alguma preocupação no sentido de “desejar atingir o resultado final antes do tempo previsto”. Seja paciente pois seu organismo se encarregará de dissipar todos os pequenos transtornos intermediários. Evidente que toda e qualquer preocupação de sua parte deverá ser a nós transmitida. Daremos os esclarecimentos necessários para sua tranqüilidade. Em algumas pacientes, ocorre uma certa ansiedade nesta fase, decorrente do aspecto transitório (edema, insensibilidade, aspecto cicatricial, etc.). Isto é passageiro e geralmente reflete o desejo de se atingir o resultado final o quanto antes. Lembre-se, nenhum resultado de cirurgia do abdome deverá ser considerado como definitivo antes dos 12 aos 18 meses. Em caso de pacientes muito obesas, poderá ocorrer, após o 8º dia, a “eliminação de razoável quantidade de líquido amarelado” por um ou mais pontos da cicatriz. Este fenômeno nada mais é do que o transudamento cirúrgico e a liquefação da gordura residual próxima à área da cicatriz que está sendo eliminada, sem que isso venha a se constituir como complicação. Existem recursos para evitar que esse vazamento ocorra em situações inoportunas.

[ Voltar ao topo ]

Categoria: abdominoplastia em BH

ORIENTAÇÕES PÓS-OPERATÓRIAS ABDOMINOPLASTIA

  • Não dormir de bruços. Prefira dormir de barriga para cima ou de lado.
  • Não sentar em 90 graus pois a cinta comprime o umbigo. Quando sentada manter o abdome sem dobras. Para isso mantenha a coluna num ângulo de 110 graus em relação ao quadril. É permitido pentear os cabelos, escovar os dentes, lavar e maquiar o rosto, até no mesmo dia da operação, desde que com movimentos mais lentos e cuidadosos. Para levantar da cama gire o quadril e as pernas para fora da mesma apoiando os cotovelos e as mãos sobre o colchão levantando o tronco.
  • Não levante pesos acima de 03 quilos.
  • Evitar dirigir automóveis nos primeiros 20 dias de pós-operatório. Coloque o cinto de segurança de modo não comprimir a região operada.
  • Assim que liberada para tomar banho completo, geralmente após a abdominoplastia 3-5 dias , proceda da seguinte forma. Retire cuidadosamente a cinta, entre no chuveiro e lave o abdome com o sabão receitado. Enxague. Complete o banho. Enxugue o abdome com uma toalha de rosto limpa que estará separada apenas para enxugá-lo nos outros dias, ou com secador de cabelos. Enxugue o resto do corpo com outra toalha comum. Complete o pós banho. Coloque imediatamente a cinta. Não se preocupe com a fita de micropore, pois não sai no banho.
  • Antes desse período, os curativos não devem ser molhados. O restante do corpo poderá ser banhado normalmente, na medida do possível. Os cabelos poderão ser lavados em salão de beleza.
  • Não há necessidade de repouso no leito no pós alta. Dar preferência as cadeiras mais confortáveis sempre com o tronco em 110 graus em relação ao quadril. Nos primeiros dias de pós-operatório é importante  caminhar com o tronco ligeiramente inclinado para frente de modo a repousar a cicatriz do abdome. Tente refazer suas atividades normais dentro dos limites colocados acima. Não fique dependente. Você não está doente e pode fazer 90% de suas atividades cotidianas.
  • Fique afastada(o) dos afazeres domésticos mais pesados por pelo menos 20 dias.
  • Qualquer esporte com bola (volei, basquete, futebol, sinuca, squash, boliche, ping-pong, tênis, etc.) está proibido por 03 meses.
  • Ir à piscina ou à praia está permitido após 30 dias após a abdominoplastia, desde que se use maiôs ou biquinis da cor preta que cubram totalmente as cicatrizes e se evite a exposição ao sol. O ato de praticar natação está proibido  por 03 meses.
  • Ir ao consultório regularmente, como solicitado, para avaliação, drenagem linfática, evolução das cicatrizes e presença de seromas. Estes são coleções líquidas que podem aparecer no abdome no pós-operatório e serão tratados no próprio consultório se for o caso. Os pontos são retirados após 12 dias de pós-operatório.

Atenção: O resultado de sua cirurgia de abdominoplastia depende muito do correto seguimento dessas orientações. Qualquer dúvida entre em contato. Estarei sempre à disposição. Sinta-se protegido (a).

[ Voltar ao topo ]

Artigos Relacionados

➪ Abdominoplastia: pós cirurgia de obesidade

➪ Abdominoplastia BH

➪ Lipoaspiração de abdome

Abdominoplastia BH

ABDOMINOPLASTIA EM BH

CIRURGIA DE ABDOMINOPLASTIA EM BELO HORIZONTE

Mais Buscados: Abdominoplastia BH CIRURGIA DO ABDOMEN EM BH clinica de abdominoplastia em Belo Horizonte CIRURGIA na barriga em BH, clinica de abdominoplastia BH., CIRURGIA DE ABDOMINOPLASTIA EM BELO HORIZONTE cirurgia do abdomen ABDOMINOPLASTIA BH.

Compartilhar no Facebook
ATENDIMENTO  icone-telefone

(31) 3324-1832

Minicurrículo

Dr. Etienne Soares de Miranda

Dr. Etienne Soares de Miranda

- Cirurgião Plástico Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

- Membro IPRAS – International Confederation for Plastic and Aesthetic Surgery

- Membro ISAPS – International Society of Aesthetic Plastic Surgery

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

Saiba como chegar

Endereço do consultório do Dr. Etienne Soares de Miranda (31) 3324-1832

Cirurgia Plastica | Dr Etienne Soares
Rua Domingos Vieira, 319 – Sala 401
Santa Efigênia CEP 30150-240
Belo Horizonte - MG
Copyright 2001 Cirurgia Plástica BH | Dr Etienne Soares Miranda Política de Privacidade