Os níveis hormonais estabilizados são outros pontos importantes na luta para retardar o envelhecimento. Diante de todas essas possibilidades, os pacientes da terceira idade podem submeter-se a cirurgias com muito mais segurança do que há algumas décadas. Mesmo assim, antes da realização de qualquer procedimento, o paciente deve ser cuidadosamente examinado e informado sobre os riscos.
Quando não é mais possível apenas prevenir, a cirurgia plástica apresenta algumas possibilidades de rejuvenescimento. A ritidoplastia, por exemplo, é indicada para resgatar o formato da face quando mais jovem, melhorando o aspecto da flacidez, rugas e sulcos proeminentes. Esse procedimento cirúrgico retarda visualmente o processo de envelhecimento da face, contudo não interrompe o processo evolutivo do organismo.
Associada à ritidoplastia, a operação das pálpebras também é indicada. A blefaroplastia, como é chamada, é direcionada a corrigir os excessos de pele, as bolsas (gordura que deixa os olhos inchados) e a flacidez muscular do território palpebral.
A falta do contorno na silhueta, a diminuição na região glútea e o aumento dos culotes também são problemas que afetam a maior parte da população feminina acima dos 60 anos. Diante disso, a lipoaspiração é uma opção considerável para atenuar ou resolver o acúmulo de gordura, remodelando o corpo e obtendo uma silhueta mais harmônica.
Outra técnica procurada também pelas pessoas que chegam à terceira idade é o botox. A toxina é utilizada para procedimentos como a elevação da ponta do nariz em pacientes que, ao sorrir ou falar ficam com um suave aspecto de nariz de bruxa; a correção do “sorriso gengival”, que gera o aparecimento da gengiva em excesso; e a elevação dos cantos da boca em pacientes que apresentam um certo grau de queda nessa região, gerando a famosa “ruga da amargura”. É feita também a suavização das rugas do pescoço de quem tem a musculatura cervical muito pronunciada.
Já para o rejuvenescimento das mãos, existem tratamentos estéticos que podem proporcionar resultados satisfatórios, tais como luz intensa pulsada, laser fracionado, peelings químicos e, até mesmo, preenchimentos. O tratamento mais adequado e a combinação de determinadas técnicas devem ser avaliadas pelo especialista.

Para mais informações sobre Cirurgia Plástica BH, visite a página Cirurgia Plástica BH no site do Dr. Etienne

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA