A cirurgia de ocidentalização das pálpebras tem sido uma dos procedimentos mais procurados pelos jovens dos países orientais e por orientais que vivem no Brasil.

A ausência do sulco palpebral superior (ausência de dobra na pálpebra superior) e o excesso de bolsas de gordura na região lateral da pálpebra superior e epicanto medial (prega de pele na parte medial do olho) mtivam os orientais a realizarem essa cirurgia plástica.
A cirurgia é relativamente simples e rápida e consiste em retirar parte da gordura existente nas pálpebras superiores e, na maioria das vezes, também de uma tirinha fina de tecido muscular para eliminar o aspecto inchado, típico dos rostos orientais.

Os cuidados pré- operatórios começam com uma avaliação para se indicar a cirurgia para cada indivíduo, devendo- se avaliar a presença de pregas uni ou bilaterais, sua altura e comprimento, a espessura das pálpebras, na assimetria, no formato, nos tamanhos de fenda palpebral, assim como a inserção e altura dos ligamentos cantal medial e lateral, na presença de cicatrizes e de presença de problemas visuais.

Os cuidados pós- operatórios são de repouso por uma semana com recuperação para atividades em poucos dias.

Para mais informações sobre Cirurgia Plástica BH, visite a página Cirurgia Plástica BH no site do Dr. Etienne

SEM COMENTÁRIOS