cirurgia plastica BH | cirurgia plastica BHCirurgia Plástica GeralMamoplastia BH | Dr. Etienne Mamoplastia em Belo HorizontePrótese

O que é contratura capsular de mama e qual o tratamento?

A contratura capsular é a complicação mais freqüente no pós-cirúrgico de aumento da mama por implante. Em mulheres com prótese por tempo superior a 20 anos a incidência fica próximo aos 70%, contra 5% em mulheres com implantes há menos de 5 anos.

Também definida como a perda da elasticidade da cápsula que envolve a prótese de silicone, a contratura trata-se da formação por tecido conjuntivo e é um efeito natural, comum em intervenções cirúrgicas que utilize materiais sintéticos. Ocorre então uma ação de defesa do organismo, onde o sistema imunológico produz uma cicatriz interna sob a forma de várias camadas sobre o implante. Quanto mais intensa for reação, maior é a produção de fibrose, que incide em uma menor elasticidade desta cápsula.

A maior incidência da contratura se dá em graus mais leves de incômodo e perda da elasticidade da mama. Em graus mais elevados, há um endurecimento e assimetrias entre as duas mamas, podendo em casos mais avançados ocorrer dor ao repouso, limitações para atividades físicas e perda do resultado estético.

Conforme o autor americano chamado Baker existem quatro níveis, determinados a partirdos sintomas e o exame físico das mamas, são eles:

Baker I: as mulheres sem sintomas locais e, ao exame físico, não há alterações como assimetrias ou deslocamentos. As mamas são macias e não há incômodo na palpação;

Baker II: a mama com contratura é menos elástica, podem ocorrer pequenos incômodos e o implante é sentido na palpação. Visualmente não há alteração;

Baker III: a mama com contratura é mais dura, o implante pode ser visto e sentido na palpação e há assimetria em relação a outra mama;

Baker IV: existem todas as alterações do III acrescido de dor e assimetria grave, com perda do resultado.

As contraturas capsulares em graus mais leves podem ter melhora parcial com procedimentos não invasivos como massagens e medicações. Em algumas situações específicas, existem medicações como os inibidores de receptores de leucotrienos, que são mediadores químicos inflamatórios e que auxiliam no processo de cicatrização ao redor do implante. O leucotrieno, em específico, é produzido pelos leucócitos e promove inflamação (fibrose) e contração do músculo liso.

Mas o melhor tratamento ainda é a prevenção, com o uso de uma técnica cirúrgica aprimorada, delicada e buscando sempre o menor trauma ao organismo. As técnicas menos agressivas também reduzem a incidência de hematomas e seromas, que são também vinculados à contratura.

Para mais informações sobre Contratura Capsular BH, acesse a página Contratura Capsular BH no site do Dr. Etienne.

Previous post

Levantamento e preenchimento das mamas: mastopexia com protese

Next post

Abdominoplastia BH

8 Comments

  1. Cristiane Santos
    18 de maio de 2011 at 10:53 — Responder

    Gostaria de saber é indicado o uso de ultrassom

    • Profile photo of
      6 de junho de 2011 at 9:32 — Responder

      Obrigado por entrar em contato Cristiane.
      Sua pergunta será respondida por e-mail o mais breve possível.
      Atenciosamente.

  2. amanda
    18 de agosto de 2011 at 11:40 — Responder

    estou com a mama direita mais enchada do que a esquerda.
    a parte inferior da mama direita estar conpletamente dormente tenho poca sensibilidade, o que pode ser? sera que é uma contratura capsular?
    obrigada

  3. URSULA
    6 de março de 2013 at 16:32 — Responder

    Fiz uma cirurgia de mama e tirei pele e coloquei silicone, ocorre que 1 mês depois o silicone parece que não aderiu a pele, está caindo e esta duro em cima da mama, o médico quer uma ressonância e irá fazer nova cirurgia, estou muito nervosa.

  4. geisa da silva
    30 de abril de 2014 at 13:44 — Responder

    Tem 3 meses q fiz implante de silicone na mama. E agora vou ter q retirar a protese pq deu contratura capsular. Gostaria de saber se posso colocar outra protese e pq acontece isso

  5. Djanira
    6 de maio de 2014 at 19:13 — Responder

    Olá fis uma cirurgia da mama vai fazer 3 Meses no dia12 maio eu gostaria de saber a por quanto tempo mais eu vou usa sutiã.

  6. Verônica
    15 de junho de 2014 at 2:05 — Responder

    Boa noite.Há dois meses fiz uma cirurgia de implante de silicone nas mamas.Acontece que desde que fiz que a mama esquerda dói.A princípio surgiu um gânglio enorme na axila.Fui medicada com meloxican ,compressas quentes e o gânglio sumiu.Acontece que continua a mama a doer e a protese é saliente como se estivesse a parte superior a empurrar a pele.Sabe,é como se faltasse acomodação ou não tivesse colado.Dá para perceber,deixando a mama esquerda mais alta que a direita.Além de doer me dá uma sensação horrível quando toco nela.Sempre sinto pois estou sempre ajeitando o sutiã buscando conforto.Voltei a médica,já fiz dois ultra-sons.Um deles diz que é uma dobradura o que discorda a cirurgiã pois ñ justifica a dor.Mandou que eu continuasse com as compressas e aguardasse.Hoje não agüentei e passei umas faixas de micropore pressionando para baixo essa parte saliente da prótese.Ñ sei se vou agüentar pois está incomodando mais ainda.O que o senhor aconselha ou sugere?Gostaria de saber sua opinião.Obrigada.

  7. Nubia
    21 de julho de 2014 at 11:58 — Responder

    Oi Úrsula isso aconteceu comigo também!!
    Fiz uma ressonância e estou aguardando o resultado.
    A mama esquerda fica entumecida e quadrada, parece que a prótese está dobrada. depois de uma pequena massagem, volta para o lugar. A noite sinto dores comparada a mastite. Tenho 7 meses de operada, e isso começou no quinto mês.
    Aguardo o resultado para saber o procedimento do cirurgião, que por sua vez é excelente profissional e já é cirurgião há 40 anos.
    Boa sorte para nós.

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>